AMOR SEM A VERDADE NÃO É AMOR DE VERDADE! A VERDADE É A BASE DO AMOR!

segunda-feira, 18 de abril de 2016

É Possível os Falsos Profetas Enganarem os Escolhidos?

É Possível os Falsos Profetas Enganarem os Escolhidos?
  
“Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.”
Mateus24:24

         Não fosse a intervenção de Deus nas vidas dos seus servos verdadeiros, todos seriam enganados pelos falsos profetas.

      Satanás, ardiloso inimigo dos filhos de Deus, e do próprio Deus, juntamente com todos os demônios que o seguem, destilando seus cruéis venenos, não cessam de utilizar todos os artifícios possíveis para induzir o maior número de criaturas à perdição eterna. Eles já têm consciência do lugar de perdição que irão passar a eternidade: O inferno de fogo que será lançado no lago de fogo e enxofre (Mateus 25:41 e Apoc. 20:10). Por isto, com ódio e inveja de toda a criação, em vagabundagem dia e noite, incansavelmente, lutam para enganarem o máximo de pessoas que puderem. Fazem muitos temerem a eles, e não a Deus. Mentem dizendo que são os “senhores do inferno”. Afirmam que satanás é o mandachuva do inferno e fica espetando a todos que vão para lá. Fraca e tola mentira! Eles sabem que isto é impossível, visto que sofrerão da mesma forma que todos os que já estão no inferno, e os que irão para lá.

         Satanás e os demônios tentam os homens a amarem mais este mundo que a Deus (“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” I João 2:15). Depois, levantam muitos para serem seus servos, pois têm o mesmo intento ambicioso deles. Criam diversas formas de crenças espirituais, a fim de concretizarem suas enganações. Muitos destes, por inspiração maligna, imaginam que Deus é servo do homem e deve atender seus desejos, de outra forma negarão a crença em sua existência; como se Deus estivesse precisando do homem. Deus não se sujeita à vontade de homem algum! Outros, aprendendo com seus pais das trevas, afirmam que “crerão” em um deus a sua maneira e da forma que “acharem” melhor. Outro engano do diabo!

João 7:
38 Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.

         Satanás e todos os demônios provaram que são completamente tolos. Do contrário, não teriam se insurgido contra o Criador. Só alguém muito tolo faz isto! (Isaías 14:12 a 16)

         Apesar de muito tolos, satanás e todos os demônios são extremamente astutos. Suas maquinações são direcionadas apenas a todo o tipo de malignidades.

Efésios 6:
11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.

         Deus criou todas as coisas e estipulou a forma que o homem deverá servi-lo. Deixou registrado em sua Santa e Eterna Palavra, a Bíblia, tudo o que o homem deve e não deve fazer ou crer. Os que não obedecerem, terão que assumir consequências desastrosas para toda a eternidade.

      Deus não precisa de ninguém, mas deseja que suas criaturas o sirvam espontaneamente, com amor verdadeiro e sem interesses mesquinhos. Ele sabe de todas as coisas antes mesmo que venham a acontecer. Ele já sabe o quantitativo de crentes verdadeiros que o servirão para sempre. Por isto, já escreveu os nomes de todos os seus servos verdadeiros, que são poucos, no livro da vida, desde a fundação do mundo. Deus não está interessado em quantidade, mas em qualidade. (Apoc. 13:8; Apoc. 17:8; Mat. 22:14)

Os falsos profetas, servos e filhos de satanás e demônios, com muita ambição, com intuito de terem uma vida abastada e promoverem a sustentabilidade da marca de suas igrejas e perpetuidade do poderio religioso, esforçam-se por arrancarem o máximo que puderem dos seus fiéis. Esses malditos profetas do diabo utilizam os fiéis como personagens nos seus atos teatrais e meios para obtenção de muito lucro.

É impossível um crente, verdadeiro, no Senhor Jesus Cristo ser enganado por falsos profetas. O Espírito Santo habita (Rom. 8:9) no verdadeiro crente e o impede de ser enganado pelos falsos profetas, antes o prepara para combatê-los.

Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Mateus24:24

      Os textos bíblicos utilizados como chavões pelos falsos profetas para pressionarem seus fiéis a “colaborarem” com suas “obras” falsas são: Malaquias 3:7 a 10 e João 10:10.

Malaquias 3:
7 Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o SENHOR dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar?
8 Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
9 Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
        
João 10:
10 O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

         Os falsos profetas amedrontam seus fiéis dizendo que “quem não entrega o dízimo é ladrão e nenhum ladrão irá para o céu.” Os fiéis, por sua vez, com muito medo de irem para inferno, entregam tudo o que eles pedem. Que horror!

         No livro de Malaquias, capítulo 3, os versículos posteriores aos utilizados por eles, VERSÍCULOS 11 e 12, dá-nos uma ideia de como os dízimos eram entregues. Vejamos:

Malaquias 3:
11 E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.
12 E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o SENHOR dos Exércitos.

         Isto mesmo! Os dízimos eram entregues em mantimentos à tribo de Levi, por não haverem recebido herança. Os que serviam na tenda da congregação recebiam os dízimos. Estes, por sua vez, também, dizimavam do que recebiam para os que serviam no santuário e no altar.

Números 18:
12 Todo o melhor do azeite, e todo o melhor do mosto e do grão, as suas primícias que derem ao SENHOR, as tenho dado a ti.
13 Os primeiros frutos de tudo que houver na terra, que trouxerem ao SENHOR, serão teus; todo o que estiver limpo na tua casa os comerá.
14 Toda a coisa consagrada em Israel será tua.
15 Tudo que abrir a madre, e toda a carne que trouxerem ao SENHOR, tanto de homens como de animais, será teu; porém os primogênitos dos homens resgatarás; também os primogênitos dos animais imundos resgatarás.
...
19 Todas as ofertas alçadas das coisas santas, que os filhos de Israel oferecerem ao SENHOR, tenho dado a ti, e a teus filhos e a tuas filhas contigo, por estatuto perpétuo; aliança perpétua de sal perante o SENHOR é, para ti e para a tua descendência contigo.
20 Disse também o SENHOR a Arão: Na sua terra herança nenhuma terás, e no meio deles, nenhuma parte terás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.
21 E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo ministério que executam, o ministério da tenda da congregação.
...
24 Porque os dízimos dos filhos de Israel, que oferecerem ao SENHOR em oferta alçada, tenho dado por herança aos levitas; porquanto eu lhes disse: No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão.
...
26 Também falarás aos levitas, e dir-lhes-ás: Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel, que eu deles vos tenho dado por vossa herança, deles oferecereis uma oferta alçada ao SENHOR, os dízimos dos dízimos.
...
28 Assim também oferecereis ao SENHOR uma oferta alçada de todos os vossos dízimos, que receberdes dos filhos de Israel, e deles dareis a oferta alçada do SENHOR a Arão, o sacerdote.

         Conforme está escrito em Mateus 23:23, o Senhor Jesus Cristo criticou os escribas e fariseus porque eram dizimistas de mantimentos, hortelã, endro e cominho, e desprezavam o mais importante: O juízo, a misericórdia e a . Observe, no texto, que o Senhor Jesus Cristo afirmou que estava correto dizimar, porém os dízimos entregues pelos escribas e fariseus não tinham valor algum, diante de Deus. Os escribas e fariseu eram dizimistas, mas desprezavam coisas mais importantes que o dízimo: O juízo, a misericórdia e a fé.

Mateus 23:
23 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.

         No novo testamento, vemos os crentes no Senhor Jesus Cristo ofertando até mais que o dízimo (décima parte), e em dinheiro. Os crentes vendiam suas propriedades e depositavam o valor, em dinheiro, aos pés dos apóstolos:

Atos 4:
33 E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.
34 Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.
35 E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.
36 Então José, cognominado pelos apóstolos, Barnabé ( que, traduzido, é Filho da consolação ), levita, natural de Chipre,
37 Possuindo uma herdade, vendeu-a, e trouxe o preço, e o depositou aos pés dos apóstolos.

         Então, o problema não está em se ofertar dinheiro, mas o que é feito com o que é arrecadado.

         Observe que os apóstolos não utilizavam o dinheiro em benefício próprio nem para construções de megatemplos, mas “repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.”.

         Pronto! Encontramos o centro do problema! O que está sendo feito com o dinheiro arrecadado?!

Há uma grande diferença entre o que era feito com o dinheiro arrecadado na época dos apóstolos e como o utilizam nos dias atuais, em todas as igrejas, sejam dos falsos profetas ou não.

O que mais se diz é: “O dinheiro arrecadado com os dízimos e ofertas são para água, luz e manutenção do prédio!”. Vamos supor que em uma igreja seja arrecadado dez mil reais. Será que os dez mil reais são utilizados apenas com pagamentos de água, luz e manutenção do prédio? É lógico que não!

O líder do rebanho deve receber o fruto material pelo seu trabalho para Deus!

I Coríntios 9:
11 Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vós recolhamos as carnais?
12 Se outros participam deste poder sobre vós, por que não, e mais justamente, nós? Mas nós não usamos deste direito; antes suportamos tudo, para não pormos impedimento algum ao evangelho de Cristo.
13 Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar?
14 Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.

Filipenses 4:
15 E bem sabeis também, ó filipenses, que, no princípio do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja comunicou comigo com respeito a dar e a receber, senão vós somente;

        Infelizmente, as igrejas estão se transformando em “empresas espirituais”: CTPS e “empregados”. Nos primeiros anos que me converti ao Senhor Jesus Cristo (1980...), em algumas igrejas, o único que recebia salário era o pastor. Até os que cuidavam da limpeza do templo faziam questão de servir a Deus gratuitamente. Nos nossos dias, se não houver assinatura de carteira de trabalho a igreja é processada na Justiça do Trabalho.

Outra coisa que acontecia em algumas igrejas era que os irmãos necessitados, e até incrédulos, eram mais ajudados com os valores arrecadados dos dízimos e ofertas. Creio que o crente deve entregar tudo o que a sua fé determinar, mais até que a décima parte, o dízimo. Porém, as igrejas devem voltar a sua fé de outrora. Confesso que sinto muita tristeza de como tudo está sendo feito.

         Lemos, na Palavra de Deus, um bom exemplo da viúva pobre que ofertou até tudo o que tinha:

Marcos 12:
41 E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos deitavam muito.
42 Vindo, porém, uma pobre viúva, deitou duas pequenas moedas, que valiam meio centavo.
43 E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro;
44 Porque todos ali deitaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, deitou tudo o que tinha, todo o seu sustento.

         Há igrejas de falsos profetas que são verdadeiros impérios! Uma dessas seitas é detentora de um Estado e possuidora de riquezas infindáveis em todo o mundo! Esta é a igreja mais rica ($$$) do mundo! Muitas terras, joias, palácio muito luxuoso (Vaticano), prédios riquíssimos... e até um Banco, o Banco do Vaticano. É a seita Católica Romana, fundada em 325 d.C. pelo imperador romano Constantino Magno. Suas arrecadações financeiras são oriundas de toda espécie de comércio eclesiástico: Cobranças de batismos, crismas, missas (de 7º dia, 30º, aniversário, avulsas), ofertas de empresários e fiéis, dízimos (há algum tempo estão cobrando), carnês, imagens de escultura (santos), velas, terços, rosários, escapulários, etc. etc. etc.

Acesse os links abaixo e leia:





         Na Palavra de Deus, a Bíblia, lemos sobre esse império religioso:

Apocalipse 18:
1 E DEPOIS destas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória.
2 E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e covil de todo espírito imundo, e esconderijo de toda ave imunda e odiável.
3 Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.
4 E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
5 Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniquidades dela.
6 Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras; no cálice em que vos deu de beber, dai-lhe a ela em dobro.
7 Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve, foi-lhe outro tanto de tormento e pranto; porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e não verei o pranto.
8 Portanto, num dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo; porque é forte o Senhor Deus que a julga.
9 E os reis da terra, que se prostituíram com ela, e viveram em delícias, a chorarão, e sobre ela prantearão, quando virem a fumaça do seu incêndio;
10 Estando de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! pois numa hora veio o seu juízo.
11 E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguém mais compra as suas mercadorias:
12 Mercadorias de ouro, e de prata, e de pedras preciosas, e de pérolas, e de linho fino, e de púrpura, e de seda, e de escarlata; e toda a madeira odorífera, e todo o vaso de marfim, e todo o vaso de madeira preciosíssima, de bronze e de ferro, e de mármore;
13 E canela, e perfume, e mirra, e incenso, e vinho, e azeite, e flor de farinha, e trigo, e gado, e ovelhas; e cavalos, e carros, e corpos e almas de homens.

         Com relação a João 10:10, os falsos profetas indicam que a “vida em abundância” refere-se a bens materiais e extirpação completa de enfermidades. O texto não se refere nem a uma coisa nem a outra. O próprio capítulo, no versículo 28, é claro em afirmar que a vida em abundância, referida no versículo 10, é a VIDA ETERNA. A VIDA ETERNA só pode ser no céu. É claro!      

João 10:
10 O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.
...
27 As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;
28 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.
29 Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.
30 Eu e o Pai somos um.

João 6:
27 Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou.

João 11:
25 Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;
26 E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?

João 5:
24 Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.
25 Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.
26 Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo;

João 3:
16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

João 3:
36 Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.

I João 2:
25 E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna.

         É pertinente afirmar que se a vida em abundância, informada no versículo 10, de João 10:, fosse uma vida de riquezas materiais e sem doenças, todos os que se convertessem ao Senhor Jesus Cristo ficariam ricos e sem doenças; não haveria mais cristão pobre nem doente.

         A palavra de Deus nos ensina diferente...

         Na igreja da Macedônia haviam crentes profundamente pobres:

II Coríntios 8:
1 TAMBÉM, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da Macedônia;
2 porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.
3 Porque, segundo o seu poder ( o que eu mesmo testifico ) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente.
4 Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos.
5 E não somente fizeram como nós esperávamos, mas a si mesmos se deram primeiramente ao SENHOR, e depois a nós, pela vontade de Deus.

         O apóstolo Paulo não curou Timóteo, seu filho, amado, na fé, e deixou Trófimo doente em Mileto:

I Timóteo 5:
23 Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades.

II Timóteo 4:
20 Erasto ficou em Corinto, e deixei Trófimo doente em Mileto.
        
         Alguém pode, então, perguntar: Como pode alguém que não é de Deus fazer tantos “prodígios”?

         No texto utilizado no início, o Senhor Jesus Cristo responde a esta pergunta:

Mateus24:
24 Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

         Conforme está escrito em Mateus 7:, o Senhor Jesus Cristo alerta:

Mateus 7:
15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.
16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
17 Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
18 Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
19 Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

         O apóstolo Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, escreveu:

II Tessalonicenses 2:
3 Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,
...
9 A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,
10 E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.
11 E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;
12 Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.

         João, apóstolo, por revelação do Senhor Jesus Cristo, escreveu inspirado pelo Espírito Santo:

Apocalipse 16:
13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs.
14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso.        
        
         Lembremo-nos de Jó! Satanás pediu permissão a Deus para pôr Jó à prova. Satanás tocou na carne de Jó e “feriu a Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até ao alto da cabeça.” (Jó 2:7).

         Naquele tempo, os servos de Deus não tinham ainda a habitação do Espírito Santo. Mesmo assim, para tocar no servo de Deus, satanás teria que pedir permissão a Ele.

         Quem se converte a partir do dia de pentecostes recebe o Espírito Santo como habitação. Satanás não teme ao crente, mas ao Espírito Santo que habita no crente. Por isto, é impossível a um servo verdadeiro de Deus receber demônios.

Romanos 8:
9 Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.

I João 5:
18 Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.
        
Os falsos profetas mandam seus fiéis colocar as mãos na cabeça e “ordenarem” que os espíritos de doenças, etc., saiam. Muitos dos seus fiéis caem no chão endemoninhados. Alguém que recebe demônios não é um salvo pelo Senhor Jesus Cristo. É impossível o Espírito Santo habitar no mesmo espaço que demônios!

É impressionante como os demônios têm toda a liberdade para entrarem e saírem constantemente nos templos dos falsos profetas. Algumas pessoas chegam nesses templos procurando ajuda e recebem demônios, derrubando-os no chão. Então o circo é armado: O falso profeta é o dono do circo e as pessoas fazem parte do espetáculo.

Quando o Senhor Jesus Cristo e os apóstolos expulsavam demônios, não agiam como se estivessem em um teatro. Eles ordenavam uma única vez e os demônios saíam. Não necessitavam fazer espetáculos teatrais para promoverem demônios ou fazer com que os fiéis os temessem.

Ocorrendo manifestações demoníacas ou por simulação, o que é feito pelos falsos profetas não deixa de ser obra satânica. A mentira é do diabo. Todos os mentirosos, segundo a Palavra de Deus, são filhos do diabo.

João 8:
44 Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

Atos 13:
10 Disse: Ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor?

Apocalipse 21:
8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.

Apesar de terem poder divino para expulsarem demônios, os apóstolos nunca procuraram fazer desses atos demonstrações espetaculares. Nunca desejaram ser temidos ou exaltados como “homens poderosos”, muitíssimo diferente das práticas dos falsos profetas.

         Uma forma astuta do diabo, e os demônios, conquistarem adeptos para suas igrejas é a seguinte:

Algumas pessoas são tomadas por demônios que atormentam e destroem as suas vidas com diversas enfermidades e outras maldições. Esses mesmos demônios põem nas mentes dessas pessoas o desejo de irem a uma igreja, ou organização religiosa, de falsos profetas, estabelecidas pelo próprio diabo e demônios. Chegando lá, o diabo e os demônios param com as maldades que estavam praticando com essas pessoas, com a única finalidade de prendê-las na mentira dessas entidades religiosas fundadas por eles. Os mesmos demônios, inspirando seus falsos profetas, “profetizam” sobre os problemas enfrentados pelas pessoas que eles mesmos atormentam. Esses fiéis ficam atônitos e espantados. Perguntam: “Como ele adivinhou esse meu problema?”. Eles não sabem que o(s) demônio(s) que entrou(aram) no falso profeta é(são) o(s) mesmo(s) que acompanha(m) e destrói(em) as suas vidas. Assim, os fiéis dessas igrejas, ou entidades, dos falsos profetas têm medo de saírem de lá para não voltarem a sofrer os males que os atormentavam. Tornam-se escravos dos falsos profetas e dos demônios em tudo. São amedrontadas com maldições se não deixarem dinheiro e a própria alma na igreja/organização religiosa. Tornam-se escravas religiosas do diabo. É por isto que a Palavra de Deus alerta:

II Tessalonicenses 2:
9 A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,

         Poucas pessoas frequentariam uma igreja que declarasse abertamente ser de satanás e demônios. Então, o diabo e os demônios, astuciosamente, estabelecem igrejas, ou organizações espiritualistas/religiosas, e as intitulam como sendo de Deus. Com enganação, na mentira, fazem “prodígios” falsos, parecidos com os sinais verdadeiros registrados na Palavra de Deus. Assim atrairão milhares de pessoas que necessitam de ajuda espiritual e/ou material. Estas desejam escapar das armadilhas de satanás, mas caem em abismos muito maiores.

         Como muitas dessas pessoas estão passando por grandes problemas financeiros e/ou espirituais, não será muito difícil aos demônios oferecerem riquezas/ajuda, por meio dos seus servos, os falsos profetas, e elas aceitarem com facilidade.

Satanás não tem nada, mas com tola ousadia ofereceu ao Senhor Jesus Cristo “os reinos do mundo, e a glória deles.”. Leia o que aconteceu.

Mateus 4:
8 Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.
9 E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.
10 Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.

         Pela ambição, necessidade, desespero e/ou medo, nem todos conseguem dizer não ao diabo, ainda que enxerguem que as riquezas e “milagres” “recebidos”, após a entrada na igreja dos falsos profetas, não foram da parte de Deus. Temem perder tudo e, ainda, serem perseguidas pelos demônios. O que importa para essas pessoas é estarem temporariamente bem. São prisioneiras das trevas! Algumas, por ignorância espiritual, pensam que a “obra” religiosa que está abraçando é de Deus. Muitas vezes, passam a vida toda na enganação diabólica.

João 8:
36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

I João 5:
18 Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.

Filipenses 3:
8 E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo,    
        
     Já indaguei diversas vezes os falsos profetas com relação à RESSURREIÇÃO. Até o momento, não conheço nenhum falso profeta RESSUSCITANDO MORTOS.

         Há um texto bíblico que eles gostam muito de usar de forma torcida:

João 14:
12 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

         Afirmam que o texto acima se refere a milagres e prodígios. Baseado nas crenças dos falsos profetas, vejamos um milagre que o Senhor Jesus Cristo fez:

João 11:
14 Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;
15 E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis; mas vamos ter com ele.
...
17 Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.
18 ( Ora Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios. )
...
43 E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora.
44 E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

         Pois bem, algum falso profeta já ressuscitou algum morto com quatro dias já posto no túmulo?

         Já que os falsos profetas afirmam que fazem os mesmos sinais que os apóstolos e os setenta discípulos fizeram, e até "maiores", leiamos as ordens do Senhor Jesus Cristo:

Mateus 10:
8 Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.

         E tudo era feito DE GRAÇA.

         Bem! Há algum falso profeta ressuscitando mortos por aí?

        João 14:12 tem a seguinte interpretação bíblica contextual:

João 14:
10 Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
11 Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.
12 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

Em João 6:28 a 40 ficamos conhecendo quais são as obras de Deus:

João 6:
28 Disseram-lhe, pois: Que faremos para executarmos as obras de Deus?
29 Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou.
...
38 Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.
39 E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.
40 Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

         As “obras” que o Senhor Jesus Cristo se referiu, conforme João 14:12, são exatamente as que afirmou que fazia para cumprimento da finalidade da sua vinda, em carne, ao mundo: “Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.” Lucas 19:10

         O restante do versículo 12, do capítulo 14 de João, diz o seguinte: “...as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

         Quais seriam as obras "maioresdo que as que o Senhor Jesus Cristo fez? Seria algo maior que RESSUSCITAR MORTOS? O que seria?! Qual foi o servo de Deus que fez algo MAIOR que RESSUSCITAR MORTOS? Que obras são essas?

         É lógico que o Senhor Jesus Cristo estava se referindo à OBRA DA PREGAÇÃO DO EVANGELHO e SALVAÇÕES DE MILHARES DE PESSOAS que creriam nEle, mesmo com perseguições, torturas e assassinatos.

Leia:

O período de tempo das pregações feitas pelos servos de Deus, após a subida do Senhor Jesus Cristo ao céu, e a quantidade de pessoas que se converteram, mesmo em meio a muitas perseguições, torturas e assassinatos, têm sido muito MAIORES que o quantitativo de anos e conversões que Ele realizou, enquanto esteve, em carne, aqui na terra. Por isto, o Senhor Jesus Cristo afirmou: “...aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.“

A obra da pregação do evangelho verdadeiro só é possível graças ao Espírito Santo que passou a habitar nos servos de Deus:

João 14:
16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;
17 O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.
18 Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.
...
26 Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.

Romanos 8:
9 Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
                   
         Deus quer que cada um trabalhe honestamente, em sua obra, para que receba o fruto que Ele permitir, e pense mais nas coisas de cima (do céu) que as terrenas.

Colossenses 3:
2 Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;

         Infelizmente, milhares de pessoas são levadas pelo diabo às escravidões de vícios (bebidas, drogas, jogos, sexo desregrado, etc.), e sofrem consequências pelos seus descaminhos, ensinando as suas crenças e formas de vida irregular aos seus descendentes. Desta forma, satanás e os demônios têm plantado pecados horripilantes em milhares de famílias, a fim de acorrentá-las às suas mentiras, principalmente para "crescimento" das suas “agências” e "indústrias" de almas perdidas, lideradas pelos falsos profetas.

         Os homens conhecem, muito, de tudo o que se refere ao futebol, bebedices, sexo desregrado, glutonarias, ciências, etc. Quando se refere a Deus, não se interessam. Não há desculpas! Deus deixou registrado na sua Única, Santa e Eterna Palavra, a Bíblia, tudo o que o homem precisa saber, fazer e crer. Não adiantará buscar a verdade na eternidade.

         Leia o que o apóstolo Pedro, inspirado pelo Espírito Santo, escreveu com relação aos falsos profetas:

II Pedro 2:
1 E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
2 E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.
3 E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.

Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do SENHOR,
Atos 3:19


I João 1:
7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado.

Só o sangue do Senhor Jesus Cristo pode purificar o pecador, VERDADEIRAMENTE arrependido, de todo o pecado (I João 1:7). O mesmo Jesus ressuscitou, EM CARNE E OSSOS (Lucas 24:39), ao terceiro dia da sua morte, e voltará para arrebatar todo aquele que o recebeu como ÚNICO CAMINHO, ÚNICA VERDADE, ÚNICA VIDA ETERNA (João 14:6).

Sou SALVO PARA SEMPRE unicamente PELO SANGUE DO CORDEIRO DE DEUS (JESUS CRISTO). Tenho a certeza ABSOLUTA que sou SALVO APENAS PELA GRAÇA DE DEUS e VOU (COM CERTEZA) MORAR NO CÉU!

Tito 3:
5 não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo,

Efésios 2:
8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus;
9 não vem das obras, para que ninguém se glorie.

Se alguém quiser acreditar ou não, não mudará o fato da EXISTÊNCIA DO INFERNO ETERNO DE FOGO. A Bíblia está cheia de textos que falam sobre o inferno eterno de fogo. Muitos que não criam, estão crendo tarde demais. Não seja um dos tais que apostaram nos “eus achos” e em doutrinas diabólicas e se arrependeram tarde demais.

Deus não leva em conta os "conhecimentos" e "habilidades" terrenas, nem trata o homem de acordo com os bens que possui, mas EXIGE que TODOS, EM TODO LUGAR, SE ARREPENDAM (Atos 17:30).

Lucas 12:15
E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.

Cada um deve reconhecer que é um pecador perdido (Romanos 3:23) e, por isto, arrepender-se dos seus pecados; crê que o Senhor Jesus Cristo pagou todos os pecados de cada um de nós com o sangue dEle (I João 1:7) porque não podemos, de forma alguma, pagar um só pecado; crê que o Senhor Jesus Cristo ressuscitou, em carne e ossos (Lucas 24:39), ao terceiro dia da sua morte e converter-se a Ele; não a uma religião, mas ao Senhor Jesus Cristo, recebendo-o como Único e Todo-Suficiente Salvador (João 14:6).

Fique, agora, a sós com Deus... Não exija nada dEle; pois, quem somos para exigirmos algo de Deus? Com toda humildade no seu coração ESVAZIE-SE DE TUDO O QUE APRENDEU... Sinta que você é (o que todo homem é): PÓ! Diga a Deus que você não merece nem falar com Ele, quanto mais OUVIR A SUA VOZ. Agora, arrependido por ser mais um PECADOR (como todos o são), peça MISERICÓRDIA A DEUS e CREIA QUE o SANGUE DO SENHOR JESUS CRISTO É o ÚNICO PAGAMENTO POR TODOS OS TEUS PECADOS (I JOÃO 1:7). Não precisas ouvir som algum, mas necessitas sentir, em teu coração, que Deus está pronto a te ouvir! Creia, sem dúvida alguma, que o Senhor Jesus Cristo RESSUSCITOU EM CARNE E OSSOS (Lucas 24:39)... Romanos 10:9 e 10.

Esvazie-se deste mundo e de tudo o que te prende (amarra) a ele e sinta a sua inutilidade para salvar a sua alma... Creia, no seu coração, que JESUS CRISTO é o ÚNICO (João 14:6) que PODE, PELA SUA INFINITA GRAÇA, AMOR e MISERICÓRDIAS, SALVAR A TUA POBRE E PERDIDA ALMA, AGORA!

Ore assim, não como uma reza, com coração sincero e arrependido, a Deus: Senhor Deus, eu sou um pecador perdido e por isso não posso fazer nada para pagar os meus pecados. Foi por isto que o teu Filho, Jesus Cristo, morreu na cruz: Para pagar todos os meus pecados com o sangue que derramou. Mesmo sem ter visto, pela fé, creio que o Senhor Jesus Cristo ressuscitou, ao terceiro dia da sua morte, em carne e ossos; está vivo no céu. Agora, eu abro o meu coração e te peço: Entre, agora, Senhor Jesus, no meu coração, perdoa todos os meus pecados, como perdoaste o ladrão que morreu na cruz ao teu lado; purifica-me com o teu sangue; livre-me da condenação eterna do fogo do inferno e dê-me, agora mesmo, o teu Espírito Santo para morar no meu coração para eu ter a certeza, agora, de morar no teu céu. Eu te recebo, agora, Senhor Jesus Cristo, como meu Único e TODO-SUFICIENTE Salvador e Senhor. Ó Deus! Eu te imploro, em nome do Senhor Jesus Cristo. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores